sábado, 26 de novembro de 2011

Mansões de Orgulho e Preconceito: Rosings Park

Olá pessoal, hoje vamos continuar falando sobre as mansões de Orgulho e Preconceito. E a mansão que vamos visitar hoje é Rosings Park, a casa de Lady Catherine de Bourgh.



Burghley House




Essa foi a mansão usada no filme de 2005. Burghley House é um grande palácio rural quinhentista, situado próximo da cidade de Stamford, no Lincolnshire, Inglaterra. Burghley foi construído por Sir William Cecil, 1º Barão Burghley, que foi Lord Tesoureiro da rainha Isabel I, entre 1555 e1587. Foi posteriormente a residência dos seus descendentes, os Condes e Marqueses de Exeter, e é actualmente propriedade duma instituição de caridade formada pela família. Lady Victoria Leatham, uma filha de David Cecil, 6º Marquês de Exeter, uma reconhecida expert em antiguidades, vive no palácio como directora da instituição.
Essa mansão também foi usada nos filmes O Código Da Vinci e Elizabeth, The Golden Age.




Belton Hous



Essa foi a mansão escolhida para ser a Rosings Park da série da BBC de 1995. Belton House é um palácio rural da Inglaterra, localizado em Belton, uma aldeia do Lincolnshire próxima de Grantham. Durante trezentos anos, Belton House foi a sede da família Brownlow and Cust, a qual começou a adquirir terras na zona no final do século XVI. Entre 1685 e 1688, o jovem Sir John Brownlow e a sua esposa mandaram construir o atual palácio. Atualmente, o palácio está completamente aberto ao público e é visitado por muitos milhares de turistas em cada ano.





Wilton House



Essa foi a Rosings Park na série de 1967 da BBC. Wilton House é um palácio rural inglês situado em Wilton, próximo de Salisbury, no Wiltshire. Wilton House fica no local de um convento do nono século fundado pelo rei Alfred. Este, por sua vez, foi substituído por uma abadia beneditina do século XII que, com suas terras vizinhas, foi entregue no momento da dissolução dos mosteiros, ao rei Henry VIII, que lhes deu a William Herbert por volta de 1542. Wilton House permanece na família desde então e é a casa do Conde de Pembroke.
Essa mansão também serviu como o interior de Pemberley no filme de 2005.


8 comentários:

Pandora disse...

Amei!!! Como toda Austeriana fanatica, sempre adoro ver tudo que fale sobre esse universo a parte!!!

Gersonita Paula disse...

Que universo lindo da querida Jane Austen! Lembro que o primeiro filme que assisti de uma das suas obras foi RAZÃO E SENSIBILIDADE, desde então, tenho lido o máximo que posso das suas histórias que nos encantam mesmo narrando épocas tão distantes! Costumes, Gostos... Parabéns pela postagem! Magníficas mansões. Lindo mundo da Jane!

Mayara Pongitori disse...

Olá, Bruna! Brigada pelo carinho. E, sim, Apátrida mereceu!

Agora, falando em Jane Austen... Isso é vergonhoso mas tenho que admitir: nunca li nada dela.

Mas eu pretendo ler ainda. Nem que demore algum tempo ainda. rs

Bjoo!
May
It Cultura

Bruna Tavares disse...

Espero que você leia mesmo, tenho certeza que vai amar.
B-jus

Kel Costa disse...

Um sonho poder, um dia, visitar um lugar desse...

Bjs,
Kel
www.itcultura.com

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Passei pra te deixar um beijo! fazia tempo que eu não vinha aqui!

Um dia lindo, querida!! beijinhos!!!

Love s2 disse...

Olá! Eu tenho um blog que fala sobre livros e poemas, e eu sou apaixonada pelas histórias de Jane Austen, principalmente "Orgulho e Preconceito". Minha amiga me indicou seu blog e gostaria de fazer parceria. Aceita? http://poema-verso-e-prosa.blogspot.com/

Lady LoLo disse...

As casas são lindas né? Que bom que são bem conservadas!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...