sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Lady Susan - Carta 18 em Português

Sra. Vernon a Lady de Courcy
Churchill

Minha querida Mãe:
Fiquei muito feliz ao descobrir que minha descrição de Frederica Vernon lhe interessou, pois acredito que ela realmente merece seu respeito, e quando lhe contar uma ideia que recentemente me impressionou, a impressão que tem a seu favor, estou certa, se intensificará. Não posso deixar de fantasiar que a opinião que meu irmão tem a respeito dela está melhorando parcialmente. Eu tantas vezes o vi pensativo, olhando fixo para seu rosto com uma notável expressão de admiração. Ele é, sem dúvida, muito bonito, e ainda mais, há uma franqueza em seus modos que é muito atraente, e estou certa de que ela também pensa assim.
Séria e pensativa em geral, seu semblante ilumina-se num sorriso sempre que Reginald diz algo divertido, e se o assunto de que ele esteja falando for sério, estou muito enganada se ela deixar escapar uma única sílaba que ele pronunciar.
Eu quero fazê-la ciente de tudo isso, pois sabemos o poder da gratidão de um coração como o seu, e se o afeto sincero de Frederica afastá-lo da mãe, podemos abençoar o dia que a trouxemos para Churchill.
Eu acho, minha querida mãe, que você não irá desaprová-la como filha. Ela é extremamente jovem com certeza. Teve uma educação miserável e um péssimo exemplo de leviandade de sua mãe, mas, contudo, posso dizer que sua disposição é excelente, e suas habilidades naturais muito boas. Embora totalmente sem educação, ela não é de forma alguma tão ignorante quanto se esperaria que fosse, sendo amante dos livros e passando a maior parte de seu tempo lendo. Sua mãe a deixa sozinha a maior parte do tempo, e eu fico com ela sempre que posso, tenho feito um enorme esforço para vencer sua timidez.
Nós somos boas amigas, e embora ela não abra a boca perante sua mãe, fala bastante quando está a sós comigo, deixando claro que se Lady Susan a tratasse adequadamente a vantagem seria maior.
Não poderia ser mais amável, afetuosa, ou mais cheia de gratidão quando agi livre de repressão, e seus pequenos primos são todos muito afeiçoados a ela.
Sua filha afetuosa,
C. Vernon


Autora: Jane Austen
Tradução de: Bruna Tavares


2 comentários:

Lolis disse...

Simplesmente amo Jane Austen! Parabéns pelo blog!
http://lolisprincess.blogspot.com/

Bruna Tavares disse...

Obrigada Lolis! É muito bom conhecer mais uma fã de Jane Austen

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...