segunda-feira, 28 de março de 2011

Lady Susan - Carta 26 em Português

Mrs. Johnson a Lady Susan

Edward Street. 

Estou satisfeita com sua descrição, e este é meu conselho: que você venha para a cidade sem perda de tempo, mas que deixe Frederica para trás. Com certeza, seria de melhor proveito tornar-se bem sucedida casando-se com o Sr. De Courcy, do que irritá-lo e ao resto de sua família, fazendo-a casar-se com Sir James. Você deve pensar mais em si mesmo e menos em sua filha. Ela não tem um caráter que dê-lhe crédito no mundo, e parece precisamente em seu lugar em Churchill com os Vernons. Mas você está equipada para a sociedade, e é vergonhoso que fique exilada dela!
Deixe Frederica, portanto, punindo a si própria pelo flagelo que ela causou a você, permitindo esta ternura romântica que será sempre garantia de sua miséria, e venha para Londres o mais cedo possível. 
Eu tenho outra razão para esse pedido: Mainwaring chegou a cidade na semana passada, e tem planejado, a despeito de Mr. Johnson, oportunidades para me ver. Ele está absolutamente infeliz por sua causa, e inveja a tal modo o Sr. De Courcy, que seria altamente desaconselhável para eles se encontrarem no momento. E ainda, se você não permitir a ele vê-la aqui, não posso assegurar que ele não cometa alguma imprudência grande, como ir a Churchill, por exemplo, o que seria terrível! 
Além disso, se você acatar o meu conselho, e resolver se casar com o Sr. De Courcy, será indispensavelmente necessário para você, manter Mainwaring fora do caminho. E só você pode ter influencia suficiente para manda-lo de volta para sua esposa. 
Tenho ainda outro motivo para sua vinda: Mr. Johnson deixará Londres na próxima terça. Ele vai para Bath por causa de sua saúde, onde, se as águas estiverem favoráveis para sua constituição e meus desejos, ele ficará estabelecido, devido à Gota, por muitas semanas.
Durante sua ausência poderemos selecionar nossas próprias associações, e de ter verdadeiro prazer. Convidaria você a ficar na Edward Street, mas uma vez ele forçou-me a fazer uma promessa de nunca convidá-la a minha casa. Nada, exceto minha extrema carência de dinheiro, teria arrancado essa promessa de mim. 
Porém, posso conseguir um agradável apartamento para você na Upper Seymour Street, e podemos estar sempre juntas lá ou aqui, porque eu considero a minha promessa ao Sr. Johnson como abrangendo apenas (pelo menos na sua ausência), a não dormir na casa.
Pobre Mainwaring, conta-me tantas histórias sobre os ciúmes de sua mulher! Que mulher estúpida! Esperar constância de um homem tão charmoso! Mas ela sempre foi boba, insuportável em tudo, inclusive em se casar com ele. Ela é a herdeira de uma grande fortuna e ele sem um shilling. Um título, eu sei, ela poderia ter tido, além de baronetes. Sua loucura em formar essa relação era tão grande que, apesar de Sir Johnson ser seu tutor, e eu jamais compartilhar seus sentimentos, nunca poderei perdoá-la. 
Sempre sua:
Alícia

Autora: Jane Austen
Tradução de: Bruna Tavares

5 comentários:

Jaqueline de Marco disse...

Oie, Bruna.
Passei um meme para você:
http://descobrindojaneausten.blogspot.com/
Beijos! Fica com Deus! ^-^

Jaqueline de Marco disse...

Link:
http://www.naprateleira.com/2011/03/louca-por-meme.html

Adriana T disse...

São duas cobras, estou ansiosa para ver elas se darem mal no final.

Tha Fraccari disse...

Visitante nova!! Estou AMANDO o blog!! *-*
E saber que podemos ler Lady Susan e ter novidades aqui, é simplesmente demais!!
Parabéns! Continue atualizando sempre que puder esse blog maravilhoso =)

Sara disse...

Ah! Eu adoro essas cartas! Parece que a gente volta pro tempo delas!
Vi que você linkou o blog, vou linkar o seu no meu tb! (cinemadeclasse).
bjos

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...