quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Lady Susan - Carta 3 em Português


Sra. Vernon a Lady de Course
Churchill
Querida mãe:
Lamento dizer que não podemos cumprir a promessa de passar o Natal com você. O que impediu esta felicidade é uma circunstância que temo, não nos servirá de compensação. Lady Susan em uma carta a seu cunhado, declarou sua intenção de visitar-nos, quase imediatamente, e como tal é uma visita apenas por questão de conveniência, é impossível conjeturar
seu cumprimento...

Eu de modo algum estava preparada para isso. E não consigo entender o comportamento de Lady Susan. Langford parecia ser o lugar ideal para ela, tanto no estilo luxuoso e caro de vida como em sua ligação particular com o Sr. Mainwaring, assim eu não esperava tal distinção, embora eu imaginasse por sua crescente amizade por nós desde a morte do marido, que seriamos obrigados a recebê-la. Eu acho que o Sr. Vernon foi extremamente agradável com ela quando ela estava em Staffordshire. Seu comportamento com ele, independentemente de seu caráter geral, foi tão indesculpavelmente ardiloso e mesquinho desde o nosso casamento, que qualquer pessoa um pouco menos benevolente e indulgente que ele, não teria ignorado. Embora tenha sido correto prestar-lhe ajuda financeira, já que é viúva de seu irmão e passava por dificuldades, não posso deixar de considerar totalmente desnecessário convidá-la tão insistentemente a visitar-nos em Churchill.
Enfim, como ele sempre está disposto a pensar bem de todo mundo, a sua manifestação de pesar, suas expressões de arrependimento e atitude geral de prudência foram suficientes para amolecer seu coração e fazer com que confiasse em sua sinceridade. Porém, eu ainda não me convenci e, como já está escrito, não posso mudar a minha opinião até saber o real motivo de sua vinda para cá. Portanto, você pode imaginar minha cara senhora, com que sentimentos estou aguardando sua chegada. Ela terá a oportunidade de conquistar meu respeito com o poder de atração que todos elogiam e eu, tentarei proteger-me de sua influência caso não seja acompanhado de algo mais substancial.
Em sua carta, ela expressou um sincero desejo de se familiarizar comigo e faz menção muito gentil de minhas crianças, mas não sou ingênua a ponto de acreditar que alguém que se comportou de modo tão desatento, senão até cruel, com sua própria filha, possa se apegar aos meus. A Srta. Vernon está para ser colocada em uma escola em Londres antes que sua mãe venha para cá. Estou feliz por isso. A meu ver, é uma vantagem ser separada da mãe. E uma jovem de dezesseis anos com uma educação tão miserável, não poderia ser uma companhia desejável aqui. Sei que Reginald há muito deseja ver a cativante lady Susan e dependemos de sua adesão a nossa festa em breve.
Fico feliz em saber que meu pai continua muito bem. Com amor.
Catherine Vernon

Autora: Jane Austen
Tradução de: Bruna e Adriana Tavares
Carta 4 em breve...

5 comentários:

Daiane Santo disse...

Oi, achei seu blog maravilhoso! Já estou lhe seguindo, pois também amo a Jane Austen. Se quiser conhecer meu blog - que é de literatura - é só acessar:

http://volitandonouniverso.blogspot.com/

Volitando no Universo.

Beijão!

Bruna Tavares disse...

Oi Daiane. Obrigada pelo elogio e bem-vinda ao Descobrindo Jane Austen.
Vou visitar seu blog sim.
Um abraço!

Alice_ disse...

Oi Bruna
O seu Blog parece ser bem fixe! E vc definitidamente tem de ler QUERIDO JOHN!
Vc já viu o filme? Eu já e adorei! Aconselho!
E obrigada por visitar o meu Blog! Sinta-se em casa!

=)

Visitem, comentem, sigam e aproveitem o meu blog:
http://malucosdaleitura.blogspot.com/
...
♥ ... Bem sei que me AdoraM ...♥
...
XoXo

Ronaldo disse...

Obrigado por me visitar

adorei sue blog, passei a seguir, ele tem um conteudo diferente do que há por ai, parabens

bjs e bom domingo

Bruna Tavares disse...

Obrigado Alice e Ronaldo.
Fico feliz que tenham gostado do meu blog e espero que voltem sempre.
Ah! Prometo que vou ler Querido John.

Abraços

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...