segunda-feira, 23 de maio de 2011

Raro Manuscrito de Jane Austen é Colocado à Venda

Um manuscrito incrivelmente raro de um romance inacabado da Jane Austen - o único que ainda está em mãos privadas - será leiloado em Londres.
O manuscrito é da obra inacabada "The Watsons", um romance que muitos acreditam que poderia facilmente ter sido tão bom como suas seis obras concluídas. As páginas do manuscrito estão cuidadosamente escritos, mas tem muitas correções.


Os manuscritos originais de seus romances publicados não existem, exceto por dois capítulos cancelados de Persuasão que estão na Biblioteca Britânica.

Este romance é considerado um quarto completo e o manuscrito têm 68 páginas (escritas à mão por Jane Austen) que foram divididos em 11 livretos. Isso é bastante, mas não é todo o romance inacabado. As primeiras 12 páginas foram vendidas por um descendente de Austen, durante a primeira guerra mundial para ajudar a Cruz Vermelha e estão agora na Pierpoint Nova York Morgan Library, enquanto as próximas páginas foram inexplicavelmente perdidas pela Queen Mary universidade de Londres, que cuidava do manuscrito.

O manuscrito "The Watsons" mostra como outros manuscritos de Austen devem ter parecido. Ele também revela algo interessante sobre a forma como ela trabalhava. Austen pegava um pedaço de papel, cortava-o em dois e em seguida dobrava ao longo de cada metade para fazer folhetos de oito páginas. Então, ela escrevia. A caligrafia pequena deixava pouco espaço para correções - das quais há muitas.
Os Watsons foi escrito em 1804, e não em um momento extremamente feliz para Austen profissionalmente - ela teve um romance rejeitado e outro comprado por uma editora que não conseguiu imprimi-lo. Foi também um momento difícil, pessoalmente, e um motivo para a obra não ter sido concluída pode ter sito um fato que chegou muito perto da ficsão. A heroína da história é Emma Watson, uma das quatro irmãs que são filhas de um pastor doente e viúvo. No romance, o pai morre deixando Emma em uma situação financeira precária. Na vida real, o pai de Jane Austen, clérigo, morreu deixando-a em apuros semelhantes à de sua heroína fictícia. 

O manuscrito foi comprado pelo atual proprietário em 1988, quando foi vendido pela British Rail Pension Fund. Ele foi avaliado entre £200,000 e £300,000 e será vendido na Sotheby's em Londres, em 14 de Julho.

Acho que eu vou comprar! rsrsr

3 comentários:

Daiane Santo disse...

Oi, Bruna, essa notícia, ao mesmo tempo que é uma alegria, é, também, uma infelicidade, pois monopolizar um manuscrito raro é um pecado, afinal, todos os fãs mundiais de Austen poderiam ter acesso a esses escritos caso ele fosse direcionado para um museu ou instituto que preservasse sua obra.


Saber que só uma pessoa vai ter acesso à eles, é muito triste!

Poderíamos vê-lo, mesmo que fosse através de uma parede de vidro, do que nunca ter acesso a um escrito da nossa amada Austen. Ai!

Raissa Debora disse...

esse manuscrito deveria ser colocado no museu da casa dela para todos lerem \o
claro que eu queria ele p min,hahaha, mas era melhor que ele nao fosse privatizado :)

bju
letracomasa.blogspot.com

Bruna Tavares disse...

Eu acho que você tem toda razão. Seria uma ótima ideia colocar esse manuscrito no museu JA.
B-jus

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...